• +55 (31) 3290-2610 / 3290-2615

 

MILITARES MINEIROS

Militares Mineiros.

Estamos de luto. De maneira trágica perdemos mais dois companheiros de farda. Hoje os nossos corações choram de tristeza, pulsando num peito que é pura indignação.

Estamos de luto pelo Sargento Joelder, por ter tirado a própria vida, depois de levado à desonra máxima de sua demissão do serviço público, por suposta tortura de um marginal contumaz, quando de sua prisão, no já distante ano de 1999. Este Militar, foi na verdade abatido por um leniente sistema que dá aos violentos marginais os mesmos direitos que não consegue garantir para os cidadãos ordeiros. Destes últimos, ainda são cobrados inúmeros deveres.

Este sistema que engoliu Joelder em suas pútridas entranhas, a cada dia desencoraja estes guerreiros, os policiais militares, que ainda teimam em guarnecer a primeira trincheira na eterna luta do bem contra o mal.

Estamos de luto pelo Cabo Marcos Marques, abatido pelas balas de crudelíssimos marginais, sem a menor chance de defesa, quando cumpria com o seu sagrado juramento de socorrer e proteger a Comunidade Mineira.

Marcos era mais um cidadão de bem, um exemplar pai de família, que amava a sua difícil, espinhosa e nem sempre reconhecida profissão de policial militar.

Caído em uma esquina das ruas que patrulhava, abraçado à arma que o Estado lhe colocava às mãos, que não usou, na certa temeroso pelas descabidas reações de repudio, por haver matado algum marginal, colocando em risco a vida dos reféns que lhes serviam de escudo. Assim, perdeu a sua vida, defendendo outras vidas.

Caído na calçada, com o vermelho do seu sangue manchando a farda caqui do soldado mineiro, já privado de sua vida, uma imagem dantesca, que deve falar fundo nas mentes das pessoas que, movidas por ideologias, teimam em condenar e vilipendiar estes "Guerreiros Fardados" que as defendem contra a sanha assassina marginal.

Está passando da hora das pessoas e do sistema jurídico penal, descer do muro e fazer a sua escolha. Que sociedade queremos? Esta que está aí, que insiste em garantir os direitos e dar o mesmo tratamento ao marginal, igual para os Cidadãos e Cidadãs ordeiras, sendo que estes últimos estão submetidos a severos deveres, que os primeiros simplesmente desconhecem.

Até quando teremos que tolerar este absurdo, da violência marginal disposta contra tudo e contra todos? Este estado de coisas está ameaçando a nossa civilização.

Estamos de luto. Hoje derramamos sofridas e indignadas lágrimas por mais dois companheiros, tirados do nosso convívio de maneira trágica.

Que o Senhor Deus os acolha em Sua Morada. Fica aqui a nossa revolta.

      Deputado Coronel Piccinini - Presidente do Clube dos Oficiais.


LOCALIZAÇÃO

Rua Diábase, 200 - Prado - Belo Horizonte/MG E-mail: faleconosco@clubedosoficiais.org.br Linhas de Ônibus: 4205 / 2103 / 2102 / 2152 / 3053 / 1360
Tel.: +55 (31) 3290-2610 / 3290-2615

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nosso boletim:

REDES SOCIAIS

Copyrhight 2000/2016 - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido pela ConsulteWeb.